MENU

28/06/2019 às 13h46min - Atualizada em 01/07/2019 às 15h42min

Sem medo de arriscar: cresce o número de Empreendedores Jovens no Brasil

De acordo com a BizCapital, empresa que oferece empréstimo para pequenas e médias empresas, em 2 anos o número de empreendedores jovens, na faixa de 18 até 30 anos, pedindo crédito teve um aumento de 20%.

DINO
https://bizcapital.com.br/
Sem medo de arriscar: Cresce o número de Empreendedores Jovens no Brasil

Não tem crise que afaste a atual geração de jovens brasileiros de empreender. Medo, desafios, riscos e vontade de crescer andam juntos quando uma pessoa decide abrir um negócio atualmente. Nunca se sabe se aquele sonho de ter sua própria empresa vai decolar, mas de acordo com o Sebrae, em uma de suas recentes pesquisas, nada disso afasta a ideia do jovem brasileiro de abrir seu negócio.

No levantamento feito pelo órgão, dos 2.132 empreendedores entrevistados, cerca de 32% já queria empreender antes de completar 18 anos de idade. Quando considerado o grupo de empresários de até 24 anos, 80% já havia cogitado abrir uma empresa antes dos 18 anos.

Ainda de acordo com a pesquisa, os jovens empresários tendem a ser mais inovadores. De acordo com 16% dos jovens empreendedores, as tecnologias, recursos e ferramentas disponibilizadas pelas suas empresas surgiram a menos de 1 ano.  Esse número se destaca quando comparado a empresários com idade de 25 a 34 anos, onde apenas 9% deles inovam em produtos diferenciados no mercado.

Capital para crescer

Essa constante inovação e busca pelo crescimento também se reflete nos pedidos de crédito para investimento em suas empresas. De acordo com a BizCapital, empresa que oferece empréstimo para pequenas e médias empresas, em 2 anos o número de empreendedores jovens, na faixa de 18 até 30 anos, pedindo crédito teve um aumento de 20%.

Para Cristiano Rocha, Sócio-Fundador da BizCapital e empreendedor em série, o universo online diminuiu as barreiras do empreendedorismo, ficando mais fácil se conectar com o público e vender. “A capacidade de se relacionar, o bom e velho networking, e o autoconhecimento de suas habilidades estão intimamente relacionados ao empreendedorismo. Os jovens já cresceram com um mindset digital, com inovação na veia. Empreender para eles é colocar essas ideias em prática. Com o mundo online, levar o seu produto às pessoas interessadas ficou mais simples”.

É o que também diz a coordenadora do Sebrae Carla Teixeira Panisset, que considera que a tendência do jovem empreendedor deve ser mantida. “Cada vez mais os jovens pensam no empreendedorismo como oportunidade de trabalho. Temos a internet como vitrine para iniciativas que acabam virando negócios e o ambiente de economia colaborativa, que incentiva o empreendedorismo”.

Vá além dos bancos

Quando se fala em crédito para investir diretamente na empresa, é fácil pensar nas opções mais convencionais, como os bancos, por exemplo. Porém, essas instituições mais tradicionais não são a única oportunidade viável para conseguir verba financeira. Há fintechs especializadas neste tipo de concessão, como é o caso da BizCapital.

Esse é mais um caminho disponível para o jovem empreendedor. Inclusive a startup financeira promete uma entrega de capital muito mais rápida e simples para o tomador de crédito. “Nós sabemos da urgência dos pequenos e médios empresários em aproveitar as oportunidades do dia a dia, principalmente aquelas voltadas para o capital de giro, onde a empresa precisa, por exemplo, comprar insumos para a produção e venda do seu produto de forma rápida. O mercado não espera, o empresário precisa produzir e vender antes que o concorrente dele faça isso e os jovens têm cada vez mais esse senso de urgência, por serem uma geração muito ligada em tudo.”, afirma Cristiano. 

Vale ressaltar que hoje, segundo a Biz, capital de giro, é o principal motivo de pedidos de empréstimo, totalizando 70% das ofertas enviadas.



Website: https://bizcapital.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

53.8%
29.9%
16.2%